3 sucos para limpar seu cólon

Rate this post

Sem dúvida ter um organismo limpo, sem excesso de toxinas dos órgãos e de sangue, é básico para ser saudável e manter um peso saudável.


De acordo com o médico Alexandre Junger, fundador do Método Clean, quando realizamos pelo menos 21 dias de desintoxicação, através de certos alimentos é um renascer para o corpo. E um dos órgãos que mais está intoxicado, pela quantidade de bebidas e comidas processadas que comemos de forma habitual, é o cólon.


Isso sem contar que, muitas vezes, quando estamos irritados, secretamos tanta bile e atrofiamos órgãos como o cólon e os intestinos, que é onde começam a surgir problemas como a gastrite, prisão de ventre, etc.


Por isso, este artigo irá se concentrar em compartirte 3 liquefeitos que limpam seu cólon de forma eficaz e natural. Consúmelos ao menos por 21 dias e conta-me como vai. Você notará mudanças benéficos em sua digestão e pele.



  1. Suco de abacaxi

O suco de abacaxi, aipo, maçã e aloe vera é ideal para começar a desinflamar e limpar o cólon; estimula seus movimentos água e os nutrientes, melhora a sua digestão e elimina com regularidade as toxinas mais.


Ingredientes


1 pepino


1 copo de abacaxi natural picada


1 maçã vermelha menina


2 pedaços de aipo


1 limão (suco)


1 colher de sopa de polpa de aloe vera


Este suco vai direto para o extrator com os vegetais previamente lavados e desinfetados e, ao final, lhe adiciona a colher de sopa de polpa de aloe vera, que além de ser uma inflamação é um cicatrizante natural.



  1. Suco de linhaça com clorofila

A semente de linhaça é um dos melhores ingredientes para desintoxicar o cólon devido a sua fibra dietética e quando combinados com outros ingredientes alcalinos como o limão, torna-se um excelente restaurador da flora intestinal.


Ingredientes


½ Copo de água natural


½ Copo de água de coco


2 limões (suco)


1 colher de sopa de clorofila


1 colher de chá de mel de agave (100% pura, sem açúcar adicionado)


Estes ingredientes que mezclarás em seu liquidificador, com a clorofila fazem com que seu sistema digestivo recupere seu funcionamento normal, portanto, que os problemas de inchaço e prisão de ventre que se vão diluindo.



  1. Suco de pepino com mamão

Uma das características mais poderosas de mamão são as enzimas digestivas que facilitam o trato intestinal, além de que foi comprovado que é um analgésico natural, e é por isso que às vezes se aplica a casca de mamão em lesões ou inflamações da pele. E quando ingerimos os nutrientes e minerais, o lucro é maior.


Ingredientes


1 xícara de mamão


1 colher de sopa de aloe vera


2 limões (suco)


½ Copo de água natural


½ De água de coco


1 colher de chá de mel de agave natural sem adição de açúcares.


Mistura tudo no liquidificador e pronto. É importante que não se exceda a quantidade de açúcar, para que só se alcalinice a bebida e conseguir todos os benefícios.


O ideal é que o consomem em jejum, depois de beber o seu copo de água morna com limão, que também serve para drenar as toxinas e após este suco.


30 minutos depois já pode tomar o pequeno-almoço, embora durante esses 21 dias, o ideal seria que o seu pequeno-almoço fora de uma bebida para continuar liberando toxinas, por exemplo, um smoothie feito com alguma leite vegetal (coco, amêndoa ou arroz, com uma fruta, um pouco de proteína vegetal, como aveia, amaranto e mel de agave), e se fartará, e continuará limpando seu corpo.


Um pouco de história


De acordo com o médico Alexandre Junger, o protocolo é simples: um pequeno líquido, um almoço com proteína animal e/ou vegetal e um jantar líquida. Com cada refeição, certos suplementos (enzimas digestivas, magnésio e probióticos).


A razão por que funciona é que se poupa-lhe o corpo um monte de energia que se pagaria na digestão e adaptação-a defesa da toxicidade da cozinha moderna, derivado à desintoxicação e reparação. Se lhe fornece o corpo com todos os nutrientes necessários para estes processos, e os promove”.


Durante os 21 dias do programa, o doutor Junger recomenda evitar certas frutas, como bananas, uvas e morangos. “Essas frutas de alguma forma interferem com a desintoxicação. Não é que sejam ruins para a saúde. É que, durante um período de tempo em que estamos tentando promover a desintoxicação, essas frutas não ajudam”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *